Resultados dos Estudos Arqueológicos em Campinas – SP

O empreendimento, de acordo com o IPHAN, se enquadra no Nível III “de média e alta interferência sobre as condições vigentes do solo, grandes áreas de intervenção, com limitada ou inexistente flexibilidade para alterações de localização e traçado”, o que faz com que seja necessário um projeto de avaliação de impacto ao patrimônio arqueológico conforme disposto nos artigos 18, 19 e 20 da Instrução Normativa n.º 001/2015.

Nesta fase, o arqueólogo tem por função verificar a existência de vestígios históricos e/ou pré-históricos em superfície e/ou subsuperfície dos terrenos a serem impactados pelas obras do empreendimento, objetivando evitar/mitigar danos às possíveis ocorrências e sítios arqueológicos. 

Foram realizadas atividades de caminhamentos extensivos, percorrendo a pé a área diretamente afetada (ADA) do estudo, combinados a abordagens oportunísticas; e a prospecção intensiva de subsuperfície, com a escavação 35 sondagens, os poços-teste, de até 1m de profundidade. Esses procedimento não resultaram na identificação de vestígios arqueológicos nos limites da ADA (área diretamente afetada).


O processo completo pode ser consultado no Sistema Eletrônico de Informações – SEI do Iphan.

Acesse aqui mais informações sobre o contexto da pesquisa e o conhecimento arqueológico em Campinas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s